sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Gerente da agência dos Correios presa em flagrante pela Polícia Federal paga fiança de R$ 20 mil e é solta


A Polícia Federal realizou, na madruga da última quarta-feira (26), a prisão em flagrante da gerente da agência dos Correios no município de São Luís Gonzaga do Maranhão em razão de ter subtraído para si valores pertencentes ao Banco Postal.

A gerente, identificada como Leila Portugal, já vinha sendo investigada.

A equipe da PF realizava diligências na região de Bacabal quando recebeu noticias de populares de que a agência dos Correios daquele município estaria sendo assaltada, tendo em vista que dois homens adentraram o prédio e fecharam a entrada, motivo pelo qual os policiais federais se deslocaram até São Luís Gonzaga.

No local, constataram que na verdade estava ocorrendo inspeção interna para confrontação de valores existentes na agência e no sistema.

De acordo com a Polícia Federal, os inspetores dos Correios identificaram que havia no cofre apenas R$ 6.000,00 (seis mil reais), outros R$ 31.279,20 (trinta e um mil, duzentos e setenta e nove reais e vinte centavos) foram encontrados escondidos em uma gaveta, bem como, uma diferença de R$ 20.543,95 (vinte mil, quinhentos e quarenta e três reais e noventa e cinco centavos) a menos do que o lançado no sistema.

Sendo assim, os policiais federais deram voz de prisão à gerente que foi conduzida à Superintendência da Polícia Federal, em São Luís, para a lavratura do flagrante.

Ainda segundo a PF, a gerente confessou a subtração dos valores.

O flagrante foi homologado pela Justiça Federal em Bacabal, tendo a gerente sido colocada em liberdade mediante pagamento de fiança no valor de R$ 20 mil, bem como decretada a suspensão do exercício da função pública.

Do Blog do Sérgio Matias

Nenhum comentário:

Postar um comentário